9 Dicas para Comprar seu Imóvel na Planta com Segurança
16907
post-template-default,single,single-post,postid-16907,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

9 dicas para comprar seu imóvel na planta com segurança

Ao optar por comprar um imóvel na planta, você deve ter em mente que está comprando uma promessa de que será construído um imóvel com o dinheiro que você e os demais compradores estão dando, ou seja, ao comprar um imóvel na planta é você que estará financiando parte desta construção.

A compra de imóveis na planta trata-se de um investimento a longo prazo, sendo que o prazo de entrega varia muito, geralmente de 18 até 36 meses, dependendo do tipo do imóvel e das áreas de lazer.

Este tipo de compra envolve altos valores financeiros e uma série de riscos, o que deixa muita gente insegura.

No entanto, com alguns cuidados, este tipo de aquisição ainda é um negócio vantajoso!

9 Dicas para Comprar seu Imóvel na Planta com Segurança

DICA 1: Escolha seu perfil de imóvel: na escolha do imóvel deve-se considerar o período de construção até a data da entrega, pois situações diversas podem acontecer, como, por exemplo, aumentar a família.

DICA 2: Escolha a construtora/incorporadora: sempre procure por construtoras/incorporadoras de qualidade, busque informações junto ao PROCON, moradores de imóveis  já entregues, ou seja, verifique a idoneidade da construtora/incorporadora para não ter surpresas desagradáveis no futuro.

DICA 3: Verifique os documentos do Empreendimento: examine com calma o memorial descritivo da obra, é nele que consta todas as informações do imóvel, assim você terá ciência da qualidade dos materiais e equipamentos a serem usados, tamanho em m2, elevadores, azulejos, pias, metais, interfones, etc. Se for muito vago, desconfie!

DICA 4: Pesquise se o imóvel está hipotecado: é muito comum que o terreno seja hipotecado para uma instituição financeira a fim de garantir o pagamento da dívida realizada para executar a própria obra. Se o imóvel estiver hipotecado é necessário que se analise com cuidado como se dará a liberação!

DICA 5: Faça um arquivo: guarde todo e qualquer documento e registro que forem feitos por escrito entre você e a construtora/incorpoadora/corretor, por exemplo, anúncios do imóvel e emails, pois esse material servirá como prova em caso de problemas com a obra ou na entrega do imóvel. Importante: tanto o material publicitário como o contrato deverão trazer o número do registro e a indicação do Cartório de Registro de Imóveis competente.

DICA 6: Atenção com as condições do seguro: O seguro contratado tem por finalidade proteger a construtora da inadimplência daquele que compra, bem como o comprador de possíveis irregularidades da construtora, ou seja, visa proteger ambas as partes. Importante: este ponto deve ser bem esclarecido, pois muitos contratos trazem apenas a construtora como beneficiária do seguro.

DICA 7: Tenha recursos suficientes para a aquisição do imóvel: você precisa saber o valor exato que poderá dar como entrada e também saber o valor que poderá disponibilizar mensalmente para as parcelas, assim será mais fácil a negociação. Cuidado com as ofertas em que o valor da entrada e das parcelas é muito baixo, pois isso significa que na entrega das chaves o seu saldo devedor será muito alto. Importante: não esqueça também que haverá as parcelas “intermediárias”, bem como despesas de cartório e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis – ITBI.

DICA 8: Visite a região do imóvel em diferentes horários: antes de assinar o contrato você deve visitar a região do empreendimento em dias e horários diferentes, assim poderá ter noção da rotina do bairro, ou seja, movimento, segurança, barulho, comércio, meios de transporte, vizinhança, etc.

DICA 9: Principais documentos para financiamento: se você optar por realizar a compra através de financiamento, estes são os principais documentos: RG, CPF, comprovante de rendimentos, comprovante de endereço, comprovante de estado civil. Importante: para ter aprovação de financiamento é fundamental que seu nome esteja livre de restrições.

Todos esses cuidados, dentre outros, visam resguardar você de situações indesejáveis, mas que acontecem.

Atenção!

Sempre leia o contrato, cláusula por cláusula, com calma e atenção e, se possível, leve para um especialista analisar. Você deve conhecer todos os seus direitos e deveres como comprador e o contrato é a sua maior segurança.

Veja que com atitudes simples, você poderá evitar graves problemas no futuro!

Dica Bônus: Se toda a negociação fluiu e a compra foi concretizada, é imprescindível que o seu contrato seja registrado no Registro de Imóveis competente, o mais rápido possível, pois assim, você estará resguardado contra terceiros e terá garantia de seus direitos como comprador.

Boa compra!

Gostou? Então, cadastre-se em nosso blog para receber gratuitamente conteúdos e atualizações.

Deixe seu comentário e compartilhe o artigo nas suas redes sociais!

simonegoncalves
contato@simonegoncalves.com.br

Comentários