Como cancelar seu débito automático de forma segura junto ao Banco
16519
post-template-default,single,single-post,postid-16519,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como cancelar seu débito automático de forma segura

Existem coisas que são invitáveis na vida, como pagar contas. Todos os meses, milhões de pessoas tem diversos pagamentos a realizar.

Assim, visando atender esse mercado, os bancos criaram um serviço para clientes que possuíam cobranças contínuas, tais como água, luz, telefone, etc.

Esses clientes passaram então a ter possibilidade de cadastrar uma determinada empresa no seu banco e, sempre que houver uma conta em seu nome, o valor é automaticamente debitado da sua conta sendo repassado à empresa.

A criação deste sistema visou facilitar a vida de pessoas que precisavam enfrentar enormes filas em bancos e casas lotéricas para pagar suas contas.

Apesar de ser um sistema facilitador, é preciso sempre verificar a efetivação do débito, através dos extratos bancários, para que esta facilidade, não se torne um transtorno bem pior do que enfrentar uma fila.

A Federação Brasileira de Bancos – Febraban não identifica muitos problemas com este tipo de serviço, considerando-o uma modalidade segura de pagamento eletrônico.

 Porém, a instituição financeira só pode realizar débito automático com autorização do correntista.

 Esta autorização poderá acontecer nas seguintes situações:

– Na assinatura do contrato como correntista;

– Na assinatura de contratos de financiamento e empréstimo;

– Agendamento de pagamento solicitado pelo cliente.

Veja que, o débito automático em conta é um serviço oferecido por todos os bancos, e o melhor é que não há tarifas para o referido serviço.

Mas como funciona o Serviço de Débito Automático?

Se o correntista tiver interesse em utilizar este tipo de serviço, deverá ir diretamente ao seu banco ou autorizar o débito junto às empresas conveniadas.

O serviço de débito automático oferece uma certa garantia para o credor, e o cliente reduz o risco de atraso no pagamento e, consequentemente, a cobrança de juros e multas.

Assim, com a devida autorização, o banco efetuará o débito em data específica todos os meses, sendo necessário haver saldo disponível em na conta para que a operação seja concluída.

No entanto, é preciso programar bem as despesas, para que os valores debitados não comprometam o pagamento de outros vencimentos mensais.

 Veja as vantagens de ter o serviço:

– Serviço isento de tarifas;

– Possibilidade de bloquear ou suspender o débito automático quando quiser;

– Receber a conta física no endereço cadastrado com a descrição Débito Automático.

 ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE CANCELAR E SUSPENDER UM DÉBITO AUTOMÁTICO

Suspender o débito automático significa que a cobrança programada não ser realizará apenas em um mês específico.

Assim, é fundamental realizar solicitação junto ao banco para que este não pague a conta nessa modalidade, ficando o correntista responsável pelo pagamento de outra forma.

Desse modo, apenas no período solicitado não ocorrerá cobrança automática, continuando normalmente enquanto durar o contrato de prestação de serviço de débito automático.

Já o cancelamento do débito automático ocorre quando o correntista preferir deixar de ter o serviço em sua conta corrente.

Neste caso, o serviço será encerrado e o cliente terá que utilizar outra opção para quitar suas contas.

O cancelamento é mais utilizado quando ocorre término ou encerramento de serviços contratados, como telefonia, TV a cabo, etc.

E como cancelar um Débito Automático?

Por diversas razões o correntista que utiliza este serviço poderá querer cancelar os pagamentos realizados através do débito automático.

Ressalta-se que, o encerramento da conta corrente NÃO encerra o serviço de débito automaticamente, razão pela qual é necessário a solicitação específica do cancelamento do serviço.

Desse modo, para efetuar o cancelamento do serviço de débito automático, o correntista deverá procurar o canal no qual assinou o contrato de adesão.

Assim, tendo o contrato sido assinado com a instituição bancária, é a ela que o correntista deverá se dirigir na hora de efetuar o cancelamento. No entanto, se o serviço foi contratado com empresa que presta o serviço, o correntista deverá dirigir-se a esta.

Praticamente, todas as instituições financeiras disponibilizam canais de atendimento ao cliente através das agências, site ou central de atendimento via telefone.

Caso a opção seja ir pessoalmente a uma agência, para solicitar o cancelamento é preciso levar o pedido por escrito.

Esta solicitação deverá ser em duas vias, uma vez que é necessário ter o comprovante do protocolo do respectivo pedido.

Tal atitude traz mais segurança ao seu pedido, pois há vários casos em que foi realizado o pedido de cancelamento do débito automático, porém o banco ou a empresa continuaram a debitar.

Caso esta situação venha a ocorrer, será necessário procurar ajuda especializada.

ATENÇÃO!

É preciso ficar atento quanto ao prazo para o pedido de cancelamento, o qual deverá ser realizado no mínimo de 5 (cinco) dias úteis anteriores à data programada para o débito.

O referido prazo faz parte do Normativo de Conta Corrente instituído pelo Sistema de Autorregulação Bancária da Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN , qual seja, Normativo SARB 002/2008. Saiba mais aqui

É importante saber que o correntista deverá sempre ser informado da efetivação ou não do cancelamento, com a respectiva justificativa.

DICA: realizar a solicitação do cancelamento do serviço junto à instituição financeira e, também, junto à empresa cadastrada, guardando os pedidos protocolados em ambas.

Gostou? Então, cadastre-se em nosso blog para receber gratuitamente conteúdos e atualizações.

Deixe seu comentário e compartilhe o artigo nas suas redes sociais!

Texto atualizado em out/2017

simonegoncalves
contato@simonegoncalves.com.br

Comentários